ESPELHO, ESPELHO MEU

Sim, vamos trazer o espelho para ser o protagonista da decoração. Ele pode refletir o seu estilo, ampliar um ambiente ou até criar um efeito cênico num cantinho especial da sua casa.  A história do espelho é bem antiga e há muito tempo causa fascínio. Mas vamos deixar um pouco de lado sua funcionalidade e explorar o seu aspecto decorativo.

Usar espelhos na decoração pode ser uma opção relativamente barata, para dar um toque de ousadia ao ambiente. São tantas variedades de tamanhos e formas que temos certeza: um deles vai servir como uma luva para você. 

Redondo? Quadrado? Oval?

O formato é uma escolha onde prevalece o gosto pessoal, mas é possível contar com a orientação do tamanho do espaço. Se o objetivo é ampliar o ambiente, o ideal é optar pelo espelho quadrado ou retangular. Este recurso é conhecido e muito interessante para uma sala pequena, por exemplo.

Já os espelhos com formas mais arredondadas ou ovais servem para dar mais destaque a um determinado local. Eles criam ponto de luz e carregam uma proposta mais romântica ou informal. Se a ideia for criar um espaço específico para compor uma peça de arte ou uma planta ornamental, colocar o espelho arredondado por trás irá valorizar muito o objeto em questão. 

Peças com efeito espelhado

Não precisa ser necessariamente um espelho, mas uma luminária ou lustre composto por partes espelhadas traz luminosidade, beleza e elegância ao ambiente. Mas se optar por uma peça neste estilo, equilibre com outros elementos sem brilho. Por exemplo, tem uma luminária de chão com cúpula espelhada? Utilize o tecido da cortina opaco ou bem leve.

Pequeno X grande

Mais uma vez, vamos pensar em espaço. Tem uma parede disponível? Um espelho grande sempre será funcional. Duplica o ambiente e fica imponente em um hall de entrada. Já o espelho pequeno cumpre função mais decorativa. Serve mais como peça de suporte para outros objetos que se deseja destacar.

Espelho de chão

Útil no quarto, no banheiro, mas pode ficar lindo ao lado de uma poltrona com uma estante cheia de livros interessantes. Uma almofada, uma manta, uma luminária. Está pronto seu cantinho de leitura com seu espelho como testemunha.

Moldura: com ou sem?

Aqui é o seu estilo que prevalece. Branca, dourada, coloridas, de madeira e por aí vai. São tantas opções de moldura que seria impossível indicar uma. É preciso saber se o espelho vai interagir com o ambiente ou criar um impacto. De uma forma geral, com moldura, os espelhos ganham mais personalidade e um tom mais decorativo. Sem moldura, é minimalista e consegue fazer parte de uma decoração como um todo, ou seja, é mais neutro.

As molduras mais trabalhadas com arabescos em metal ou talhadas em madeira são mais clássicas. As finas e retas são mais modernas. As coloridas são ousadas e dão um toque divertido ao ambiente, geralmente mais indicadas para pequenos espaços, como um bar.

E se a moldura for espelhada?

Também é válido. Inverter a função e o espelho passar a ser moldura é um toque original à decoração. Neste caso, optem por gravuras, pinturas ou fotos monocromáticas.

Opção baratinha

Sabe aqueles espelhos bem baratinhos, com moldura de plástico? Dá para comprar vários deles, pintar e fazer uma parede bem divertida. Uma parede colorida e com muitos espelhos pode ser uma opção em conta, para criar um ambiente diferente na sua casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *